Racionalizar as compras públicas para a aquisição de alimentos conforme a Agenda 2030

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21056/aec.v23i94.1645

Palavras-chave:

compras públicas, Agenda 2030, sistemas alimentares, sustentabilidade, segurança alimentar.

Resumo

O presente artigo tem como objetivo analisar as compras públicas para adquirir alimentos por meio da racionalização sustentável em conformidade com as diretrizes da Agenda 2030 para erradicar a fome no mundo, na busca de compreender a importância da garantia de sistemas de produção de alimentos que dizem respeito em implementar práticas agrícolas que sejam resilientes. A problemática deste artigo parte da pesquisa de se empregar às compras públicas de alimentos para salvaguardar a segurança alimentar sustentável por meio de programas sociais, que busquem incentivar o consumo consciente de alimentos para preencher os requisitos da Agenda 2030 da ONU para a sustentabilidade. A metodologia utilizada é a do raciocínio indutivo e dedutivo, adotando a forma qualitativa de pesquisa, com análise documental em leis, relatórios e em artigos e livros jurídicos. Os resultados esperados é a garantia da sustentabilidade dos sistemas alimentares para combater a insegurança alimentar até 2030.Deste modo, as compras públicas para aquisição de alimentos que logra o desenvolvimento sustentável atenderam às expectativas da Agenda 2030 da ONU para um futuro mais prospero, com o objetivo acabar com a fome no mundo.

  

Biografia do Autor

  • Bruno Costa Bastos, Universidade de Fortaleza
    Mestre em Direito Constitucional pela Universidade de Fortaleza (2023). Pós-graduado em Processo Civil pela Universidade de Fortaleza (2020). Bacharel em Direito pela Universidade de Fortaleza (2018). Tem experiencia na área de Direito, com ênfase em Direito. Filiado ao Grupo de Estudos e Pesquisas em Direito Administrativo e Tributário (GEPDAT) e ao grupo Relações Econômicas, Políticas, Jurídicas e Ambientais da América Latina (REPJAAL). 
      
  • Gina Vidal Marcílio Pompeu, Universidade de Fortaleza

    Professora Titular de Direito Constitucional da Universidade de Fortaleza, Professora do Programa de Pós-Graduação em Direito Constitucional da Universidade de Fortaleza, Coordenadora do Doutorado em Direito Constitucional (DINTER) UNIFOR - CIESA. Doutora em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco (2004). Mestra em Direito e Desenvolvimento pela Universidade Federal do Ceará (1994). Graduada em Direito pela Universidade Federal do Ceará (1987). Estágio Pós-Doutoral em Direito Econômico pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, (2017), estágio pós-doutoral em direitos humanos, econômicos e a responsabilidade social das empresas pela Faculdade de Direito da Universidade do Havre (2012). Advogada inscrita na OAB-CE sob o n. 6101. Analista Legislativo Advogada NSP 23 da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará. Vice Presidente Nordeste do Conselho Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação. Professora visitante - Universitàdegli Studi di Palermo e da Universitédu Havre. Coordenadora do grupo de pesquisas REPJAAL, Relações econômicas, Políticas, Jurídicas e Ambientais da América Latina cadastrado no CNPQ, líder do CELA, Centro de Estudos Latino-Americano da Universidade de Fortaleza. Vice-Presidente da Rede Interamericana de Direitos Fundamentais e Democracia. E-mail: ginapompeu@unifor.br.


      

Referências

ALMEIDA, Daniela Adil Oliveira de, ARAÚJO, Melissa Luciana, ORNELAS, Gabriel Mattos. Agroecologia e sistemas alimentares em cidades-regiões: reflexões acerca de redes internacionais e redes na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Cadernos de Agroecologia .2020; Disponível em: <https://cadernos.aba-agroecologia.org.br/cadernos/article/view/6256>. Acesso em 28 de mai. 2022.

ARAÚJO, Geraldino Carneiro; TEIXEIRA, Cláudia Echevenguá. Análise Das Compras Públicas Sustentáveis Na Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo. Revista Gestão & Regionalidade, v. 34, n. 100, 2018. Disponível em: <https://seer.uscs.edu.br/index.php/revista_gestao/article/view/3744>. Acesso em 28 de mai. 2022.

ARAÚJO, Carolina Lopes; LUDEWIGS, Thomas.; CARMO, Eliane Almeida do. A Agenda Ambiental na Administração Pública: desafios operacionais e estratégicos. Desenvolvimento em Questão, v. 13, n. 32, p. 21, 2015. Disponível em: <https://www.revistas.unijui.edu.br/index.php/desenvolvimentoemquestao/article/view/2554>. Acesso em 28 de mai. 2022.

BARBOSA; Álvaro Parrado-Barbosa; et al, Sostenibilidad o sustentabilidad alimentaria: Reflexiones y aportes conceptuales. In: BARBOSA, Álvaro Parrado-Barbosa; RUIZ, ElizianeNicoldi; TRICHES, Marcia (Orgs.). Sustentabilidade, circuitos curtos de abastecimento e compras públicas de alimentos. Chapecó: Editora UFFS, 2018. Disponível em:<https://www.uffs.edu.br/institucional/reitoria/editorauffs/sustentabilidade_circuito_curtos_de_abastecimento_e_compras_publicas_de_alimentos>. Acesso em 28 de mai. 2022.

BRASIL. Decreto-Lei n. 11.346, de 15 de setembro de 2006. Diário Oficial da União, Brasília, 18 set. 2006. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2006/lei/l11346.htm>. Acesso em 28 de mai. 2022.

BRASIL. Cartilha A3P – agenda ambiental da administração pública. Brasília: MMA; SDS; PNEA, 2009. Disponível em: <https://www.cuiaba.mt.gov.br/upload/arquivo/cartilha_a3p_36.pdf>. Acesso em 28 de mai. 2022.

BURIGO, André Campos; PORTO, Marcelo Firpo de Souza. Trajetórias e aproximações entre a saúde coletiva e a agroecologia. Saúde Debate/Rio de Janeiro, v.43 n.8, p.248-262. Dez. 2019. Disponível em: <https://www.scielo.br/j/sdeb/a/Qsg8HMWDTqBPtgGys7Krm3P/?lang=pt&format=pf>. Acesso em 28 de mai. 2022.

BURIGO, André Campos; PORTO, Marcelo Firpo de Souza. Agenda 2030, saúde e sistemas alimentares em tempos de sindemia: da vulnerabilização à transformação necessária. Ciência & Saúde Coletiva, 2021. Disponível em: <https://www.scielo.br/j/csc/a/p36TMkBKMZqnkxD7WXcfbxx/abstract/?lang=pt>. Acesso em 28 de mai. 2022.

CARSON, Rachel. Primavera silenciosa. 2°ed. São Paulo: Edições Melhoramentos. 1962. Disponível em: <https://docero.com.br/doc/n5svs0>. Acesso em 29 de mai. 2022.

COCA, Estevan Leopoldo de Freitas; MEDEIROS, Mariana. Mercados institucionais, desenvolvimento rural e proteção social: o exemplo do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) – Brasil. In:BARBOSA, Álvaro Parrado-Barbosa; RUIZ, ElizianeNicoldi; TRICHES, Marcia (Orgs.). Sustentabilidade, circuitos curtos de abastecimento e compras públicas de alimentos. Chapecó: Editora UFFS, 2018. Disponívelem:<https://www.uffs.edu.br/institucional/reitoria/editorauffs/sustentabilidade_circuito_curtos_de_abastecimento_e_compras_publicas_de_alimentos>. Acesso em 28 de mai. 2022.

CULPANI, Adriely Lourdes; GAMBELLI, Giovana Paludo; TRICHES, Rozane Marcia. Implementação das compras da agricultura familiar para restaurantes das universidades federais do Paraná. In:BARBOSA, Álvaro Parrado-Barbosa; RUIZ, ElizianeNicoldi; TRICHES, Marcia (Orgs.). Sustentabilidade, circuitos curtos de abastecimento e compras públicas de alimentos. Chapecó: Editora UFFS, 2018. Disponívelem:<https://www.uffs.edu.br/institucional/reitoria/editorauffs/sustentabilidade_circuito_curtos_de_abastecimento_e_compras_publicas_de_alimentos>. Acesso em 28 de mai. 2022.

ESCOBAR, MarianelaZúñiga; GRISA, Cátia; SOUZA, Gabriela Coelho de. El caso de las compras públicas a partir de la iniciativa Escuelas Sostenibles en Costa Rica. In:BARBOSA, Álvaro Parrado-Barbosa; RUIZ, ElizianeNicoldi; TRICHES, Marcia (Orgs.). Sustentabilidade, circuitos curtos de abastecimento e compras públicas de alimentos. Chapecó: Editora UFFS, 2018. Disponívelem:<https://www.uffs.edu.br/institucional/reitoria/editorauffs/sustentabilidade_circuito_curtos_de_abastecimento_e_compras_publicas_de_alimentos>. Acessoem 28 de mai. 2022.

FOOD AND AGRICULTURE ORGANIZATION OF THE UNITED NATIONS. Transforming food systems for food security, improved nutrition and affordable healthy diets for all. Rome, FAO. 2021, Disponível em: <https://www.fao.org/3/cb4474en/online/cb4474en.html#fig7a> Acesso em 25 mai. 2022.

FRIEDMANN, Harriet. Soberania Alimentar na Região de Golden Horseshoe em Ontário, Canadá. In: CRUZ, Fabiana Thomé da.; MATTE, Alessandra.; SCHNEIDER, Sergio. (Orgs) Produção, consumo e abastecimento de alimentos. Desafios e novas estratégias. Porto Alegre: Editora da UFRGS, p.69-94. 2016. Disponível em: < https://lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/232233/001005700.pdf?sequence=1&isAllowed=y>. Acesso em 5 de jun. 2022.

HIGH LEVEL PANEL OF EXPERTS. Las pérdidas y el desperdicio de alimentos en el contexto de sistemas alimentarios sostenibles. Uniforme del Grupo de alto nivel de expertos en seguridad alimentaria y nutrición del Comité de Seguridad Alimentaria Mundial. Roma; 2014. Disponível em: <https://www.fao.org/3/i3901s/i3901s.pdf>. Acesso em 29 de mai.2022.

IBGE. Pesquisa Nacional por Amostras de Domicílio. Segurança Alimentar. Rio de Janeiro,2013.Disponívelem:<https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv91984pdf>. Acesso em 29 de mai. 2022.

IMPERATORI, Thais Kristosch. A trajetória da assistência estudantil na educação superior brasileira. Serviço Social e Sociedade, São Paulo, n. 129, p. 285-303, 2017. Disponível em: <https://www.scielo.br/j/sssoc/a/dRhv5KmwLcXjJf6H6qB7FsP/abstract/?lang=pt>. Acesso em 29 de mai. 2022.

KRENAK, Ailton. Ideias para adiar o fim do mundo. São Paulo: Companhia das Letras, 2019. Disponível em: <https://docero.com.br/show/?q=Ideias+para+adiar+o+fim+do+mundo>. Acesso em 29 de mai. 2022.

LEFF, Enrique. Racionalidade ambiental: a reapropriação social da natureza. Tradução de Luís Carlos Cabral. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2006. Disponível em: <https://docero.com.br/doc/xesxsv0>. Acesso em 29 de mai. 2022.

LOYOLA, Marta Moriya. A Responsabilidade socioambiental da administração pública. Revista do Ministério Público do Estado de Goiás, Goiânia, 15, n. 1.809-5.917, p. 7-12, abr./jun. 2008. Disponível em: <http://www.mp.go.gov.br/portalweb/hp/10/docs/revista_do_m.p._no15.pdf>. Acesso em 29 de mai. 2022.

MELLO, Oswaldo Aranha Bandeira de. Princípios Gerais de Direito Administrativo: Introdução. 3ºed. 2ºTriagem, São Paulo: Malheiros Editores, 2010. Disponível em: <https://docero.com.br/doc/vx155s8>. Acesso em 29 de mai. 2022.

MEIRELLES, Hely Lopes. Licitação e contrato administrativo. Atualizada por José Emmanuel Burle Filho, Carla Rosado Burle, Luís Fernando Pereira Franchini, 15ºed. São Paulo: Malheiro Editores, 2010. Disponível em: <https://docero.com.br/doc/e0sxsnc>. Acesso em 29 de mai. 2022.

MINAS GERAIS. PAAFamiliar. Disponível em: <http://www.compras.mg.gov.br/index.php?option=com_content&task=view&id=695&Iemid=>. Acesso em 29 de mai. 2022.

MONTEIRO, Marcilio de Oliveira; CAMELO, Gerda Lúcia Pinheiro. Agenda Ambiental Na Administração Pública - A3P nos campi do IFRN: um olhar a partir dos gestores. EmpíricaBR, v. 1, n. 8, 2015. Disponível em: . Acessoem 29 de mai. 2022.

NUSSBAUM, Martha. Women’s Capabilities and Social Justice. Journal of Human Development, Vol. 1, No. 2, 2000. Disponível em: <https://humanities-web.s3.us-east-2.amazonaws.com/philosophy/prod/201810/Women%27s%20Capabilities%20and%20Social%20Justice.pdf>. Acesso em 5 de jun. 2022.

PARIZOTTO, Luciana de David; TEO, Carla Rosane Paz Arruda. Compras públicas de alimentos em restaurantes universitários: o caso exitoso do RU da Universidade. In:BARBOSA, Álvaro Parrado-Barbosa; RUIZ, ElizianeNicoldi; TRICHES, Marcia (Orgs.). Sustentabilidade, circuitos curtos de abastecimento e compras públicas de alimentos. Chapecó: Editora UFFS, 2018. Disponívelem:<https://www.uffs.edu.br/institucional/reitoria/editorauffs/sustentabilidade_circuito_curtos_de_abastecimento_e_compras_publicas_de_alimentos>. Acesso em 28 de mai. 2022.

PARREIRA, Liziane; BENACCHIO, Marcelo. Da análise econômica do Direito para a análise jurídica da Economia: a concretização da sustentabilidade. Revista Prisma Jurídico, São Paulo, v. 11, n. 1, p. 179-206, jan./jun. 2012. Disponível em: <https://periodicos.uninove.br/prisma/article/view/4031/2459>. Acesso em 14 de jun. 2022.

RÊGO, Giovanni Silva.; PIMENTA, Handison Claudio Silva.; SARAIVA, Vanda Maria. Agenda ambiental na administração pública – A3P: um estudo sobre a potencialidade de aplicação no município de São Gonçalo do Amaranto/RN. Revista Holos, Natal, 4, p. 29-50, 2011. Disponível em: <https://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/HOLOS/article/view/655>. Acesso em 29 de mai. 2022.

SARLET, Ingo Wolfgang; WEDY, Gabriel de Jesus Tedesco. Algumas notas sobre o direito fundamental ao desenvolvimento sustentável e a sua dimensão subjetiva e objetiva. Revista brasileira de políticas públicas. Uniceub. Vol.9 nº1 abr. 2019. Dsiponível em: <https://www.gti.uniceub.br/RBPP/issue/viewFile/265/pdf_9>. Acesso em 29 de maio.2022.

SEIDL, Renata Souza; CARVALHO, Manoela Rodrigues de. Compras institucionais: experiencias do Estado de Minas Gerais. In:BARBOSA, Álvaro Parrado-Barbosa; RUIZ, ElizianeNicoldi; TRICHES, Marcia (Orgs.). Sustentabilidade, circuitos curtos de abastecimento e compras públicas de alimentos. Chapecó: Editora UFFS, 2018. Disponívelem:<https://www.uffs.edu.br/institucional/reitoria/editorauffs/sustentabilidade_circuito_curtos_de_abastecimento_e_compras_publicas_de_alimentos>. Acessoem 28 de mai. 2022.

SEN, Amartya. Capability and Well-Being. In: NUSSBAUM, Martha; SEN, Amartya (Editors). The Quality of Life. Print ISBN 0198287976, 1993. Disponívelem: <https://docero.com.br/doc/v1808ne>. Acessoem 5 de jun. 2022.

SOUZA, Ana Carolina Magalhães de Souza; XAVIER, Leydervan de Souza Xavier; MELLO, José André Villas Bôas. Compras públicas sustentáveis: uma revisão sistemática. Revista brasileira de assuntos regionais e urbanos. Goiânia, v. 7, 2021. Disponível em: < http://seer.pucgoias.edu.br/index.php/baru/article/view/e8726>. Acessoem 29 de mai. 2022.

UNITED KINGDOM. Department for Environment, Food and Rural Affairs. Procuring the Future. London: Defra, 2006. Disponívelem: <https://assets.publishing.service.gov.uk/government/uploads/system/uploads/attachment_data/file/69417/pb11710-procuring-the-future-060607.pdf>. Acesso em 29 de mai. 2022.

Publicado

2023-12-22